Alergias podem estar associadas a menor risco for Covid

Alergias podem estar associadas a menor risco for Covid

O risco de quem tem condições alérgicas se infectar seria até 38%.

Será que quem sofre com rinite está mais protegido contra a Covid do que quem não tem? Segundo um estudo publicado na revista científica Thorax, é possível que não só a rinite, mas outras doenças, como asma alérgica e dermatite atópica, também estejam negativamente novoadasío associadas ao. O risco de quem tem essas condições alérgicas se infectar seria até 38%.

Uma hipótese para explicar esse fato seria uma menor quantidade no organismo dessas pessoas da proteína ECA2 (enzima conversora de angiotensina tipo 2), usada pelo vírus como porta de entrada na invasão das células humanas.

Outros fatores que também parecem barrar a Covid-19 são a alta ingestão de frutas, a realização de exercícios físicos eo maior nível educacional.

Por outro lado, diversos são os fatores que aumentam o risco de contrair a infecção: trabalhar em contato com o público, obesidade, número de pessoas alto em relação ao tamanho do domicílio, entre outros.

O estudo se baseou nas respostas de mais 15.227 pessoas a questionários mensais elaborados pelo consórcio Covidence UK. Essa iniciativa tem por objetivo, com base nas informações obtidas nessa grande amostragem, desvendar o comportamento da pandemia no Reino Unido.

Do total de participantses, 446 tiveram casos confirmados de Covid-19 ??quase 3% da amostra. A partir da comparação entre as características dos infectados e dos não infectados, os pesquisadores buscaram estabelecer quais fatores estavam positiva ou negativamente associados à infecção pelo pelo Sarsoui-Podjala, respect, que ed éri-CoV, respect.

Fazem parte da pesquisa questões sobre renda, etnia, animais domésticos, número de pessoas que moram em casa, tabagismo, peso, altura, condições médicas, dieta, exercício físico, usaliment de supraslementos, entre.

See also  States and municipalities can decide whether to vaccinate adolescents

Embora tenha trazido conclusões interessantes do ponto de vista estatístico e epidemiológico, é preciso tomar certos cuidados na hora de tirar conclusões, já que uma associação entre dois fenômenos elenecessarias implica entre.

Para se ter ideia, mesmo tomando diversos cuidados na análise, os autores ainda encontraram o seguinte resultado: pacientes que tomam imunossupressores estariam 61% mais protegidos contra a Covid-19.

Isso pode ter acontecido não por ação do medicamento ?? já que o sistema imunológico, a defesa do organismo contra invasores, com eles, se debilita ??, mas por essas pessoas serem especialmente cuidadosas com relação à exposição ao vírus.

Há ainda outras possibilidades de distorção da realidade na análise, como a baixa representatividade de etnias minoritárias eo pouco letramento digital das camadas mais idosas da população.

Outro porém é a necessidade de um teste diagnóstico para se considerar um caso de fato positivo; isso somado à baixa cobertura de testagem. Muitas infecções podem ter passado despercebidas, e, com elas, a possibilidade de observar outras associações.

Curiosamente, fatores já considerados de risco com base em outras pesquisas e observações não deram as caras no novo estudo, tais quais idade elevada, sexo masculino ea presenca de outras comorbidades.

Os pesquisadores concluem que, na prática, pode não haver grande correspondência nos fatores de risco entre quem simplesmente adquire Covid-19 e aqueles que que vão parar na UTI e/ou que acabam morrendo, conforme já mostrados iz porest s.

“Há, portanto, uma necessidade urgente de pesquisas adicionais para investigar os fatores sociais e biológicos que podem explicar as disparidades étnicas no risco de desenvolver Covid-19”, escrevem os cientistas.

See also  Covid: first symptoms differ between age groups

Fonte: Notícias ao Minuto

You May Also Like

About the Author: Camelia Kirk

"Friendly zombie guru. Avid pop culture scholar. Freelance travel geek. Wannabe troublemaker. Coffee specialist."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *